2 ou 3 quartos? Qual a melhor opção? | CMO com Você

Quando você pensa em comprar um apartamento algumas dúvidas logo aparecem. Que setor morar? Quanto preciso para investir? Tem área de lazer? E a pergunta mais frequente e importante: o que é melhor para mim, um apartamento de 2 ou 3 quartos? Segue algumas dicas para fazer você pensar, analisar e descobrir qual espaço é o ideal.

Hoje em dia morar em lugares pequenos deixaram de ser relacionados a falta de luxo e viraram moradias cool. Nova York, Rio de Janeiro, São Paulo, Londres e Pequim por exemplo, abrigam apartamentos menores, cheios de estilo e principalmente funcionais.

Dependendo da sua necessidade, talvez uma moradia menor seja a solução, os de 2 quartos tendem a atender jovens profissionais, investidores, aposentados, recém-casados ou se você pretende morar sozinho por um bom tempo. Antes de decidir a quantidade de cômodos devemos considerar a quantidade de moradores, no estilo de vida e no possível aumento da família, com a chegada de novos filhos. Saber relacionar suas necessidades à quantidade de dormitórios é fundamental para garantir mais comodidade a todos.

A ideia é a integração de tudo para dar ao morador uma extensão, um prolongamento das dimensões e fazer cada centímetro do apartamento ser funcional. As unidades de tamanhos menores também tendem a suprir as necessidades dos moradores com áreas comuns bem equipadas e com boa localização.

(Exemplo de funcionalidade com pouco espaço – Casa Vogue)

Decidir o tamanho de onde morar é importante, pois, diferente das casas que as vezes é possível aumentar o número de quartos, o apartamento não permite esse aumento posteriormente.

Nessa configuração de apartamento também consegue acomodar bem um casal com até um filho, e também é a melhor opção para quem costuma receber visitas regularmente.

Não podemos esquecer de levar em conta o seu dia a dia, pessoas que não param em casa, apartamentos menores são mais práticos e rápidos para se manter organizados e limpos. O pouco espaço limita o excesso de coisas supérfluas pela casa e abre espaço para o que realmente é essencial. Com a área reduzida você vai precisar escolher os móveis e utilitários que realmente são necessários. Por o ambiente comportar menos artigos de decoração e mobília o menos pode se tornar mais, e pela economia de comprar menos objetos você pode investir em peças de mais qualidade, diferenciadas ou exclusivas.

Uma unidade com menos cômodo é mais acolhedora, convida você a ter momentos mais intimistas pois aproxima as pessoas a compartilharem o espaço.

Já famílias compostas de mais membros necessitam de um espaço maior, pois é ali que você irá distribuir todas as suas coisas e desenvolver as atividades cotidianas. Seus filhos não vão precisar dividir o quarto, que pai nunca ouviu reclamação de ter que compartilhar o mesmo espaço que o outro irmão?

Você que recebe muitas visitas não vai precisar se preocupar em fazer o amigo ou o parente dormir na sala, com um cômodo a mais ele se transforma em quarto de visitas.

O terceiro dormitório é ideal para você que trabalha em casa, ou precisa de um espaço para ser usado como escritório, esse espaço extra também pode ser utilizado como closet ou para outra finalidade necessária à família.

Dependendo da obra, as construtoras oferecem a opção de living ampliado, que são apartamentos de três dormitórios que se transformam em 2 quartos e ganham um maior espaço de convívio. Na maioria dos casos essa adaptação é simples, é feito por um sistema de drywall que permite construir paredes de uma maneira fácil, rápida e com menos sujeira.

Caso depois você necessite de mais um cômodo essa é uma opção flexível, podendo voltar a ter mais um dormitório no apartamento. Quando o imóvel tem essa possibilidade de ampliação do living, ele tende a se valorizar em uma possível revenda, pois essa versatilidade atende a um perfil mais amplo de compradores.

(Exemplo de living amplo Katia Llaneli – Viva Decora)

Saber como decorar sua residência com mais cômodos faz com que ela fique ainda mais bonita, elegante e atrativa e pode ser o diferencial entre um imóvel bonito e confortável a um ambiente que parece vazio e sem vida.

É importante levar em consideração também que uma moradia grande exige mais tempo com limpeza, manutenção e organização.

Para você que deseja mais espaço para acomodar sua família ou receber visitas, mais espaço para suas coisas, ou você que prefere um compacto funcional bem organizado, seja qual for as suas necessidades a CMO dispõe de vários empreendimentos com as melhores e mais vantajosas metragens. O residencial Porto Ludovico é um exemplo de espaço bem aproveitado e distribuído.

A quatro minutos do Parque Areião e do Jardim Botânico, o Porto Ludovico conta com apartamentos de 2 quartos com 63m² e de 3 quartos com 76m², analise suas vontades, seu estilo de vida e sua comodidade e escolha a melhor opção para você.

Para saber mais sobre esse belíssimo empreendimento clique e confira.

 

Comentários do Facebook

Compartilhar: