Coisas que você só vê em Goiânia | CMO com Você

Só quem vive por aqui sabe que essa cidade tem histórias que dificilmente se vê em outros lugares do Brasil.

Já foi mais arborizada que muita cidade no Canadá, tem um dos mais importantes acervos de arquitetura Art Déco e a maior feira livre da América Latina com mais de 6 mil barracas.

Por essas e outras Goiânia é uma cidade muito especial. Mas só quem vive por aqui sabe que essa cidade tem histórias que dificilmente se vê em outros lugares do Brasil. Duvida? Então, olha “os trem” que separamos e que você, muito provavelmente, só vai ver em Goiânia.

Aqui se fala Goianês

Em tempos de internet o que mais se ouve por aí são as pessoas dizendo que não entende as gírias dos mais jovens.

E pode até ser que não entendamos muitas das vezes, mas desafiamos qualquer um que não seja goiano a decifrar frases como: “quando é fé, entrei errado no queijim”. Só pra garantir, em tradução livre quer dizer “de repente percebi que peguei a saída errada na rotatória”.

Do “menino custoso” ao “vai reto toda vida”, goianos tem no sotaque e  regionalismo um charme que é só nosso. Não tem base o tanto que a gente gosta de viver aqui! Quem concorda, comenta aqui embaixo.

Correr no parque ouvindo sertanejo

Antes que você diga que dá pra correr ouvindo sertanejo em qualquer lugar do mundo, continue lendo! Não adianta negar que o sertanejo é um dos estilos mais tradicionais da nossa terrinha.

Prova disso são as duplas, cantoras e cantores goianos que fazem sucesso em todo Brasil. E você já parou pra pensar em quantos cd’s Zezé Di Camargo e Luciano já lançaram, por exemplo? Muitos, certo?

Para se ter ideia toda a discografia da dupla tem um tempo total de 18,7 horas de música. Haja Spotify! Agora, se por acaso você decidir correr no parque ouvindo todos as músicas que Zezé e Luciano já lançaram, fique sabendo que você vai correr um total de 187 Km.

Isso é a mesma coisa que dar 53 voltas no Parque Cascavel, 78 no Parque Areião, 72 no Lago das Rosas ou 187 voltas no Parque Vaca Brava. Ufa!

Parque Cascavel, no Jardim Atlântico, em Goiânia/GO.

Mistura da Amazônia com Cerrado

A música pode até dividir opiniões, mas uma coisa que só se encontra em Goiás, e é capaz de acabar com casamentos e amizades verdadeiras é o tal do Pequi. Brincadeiras à parte, esse fruto do cerrado é um dos mais importantes na gastronomia goiana.

Ele faz parte da nossa identidade e a imaginação do goianiense para saborear o pequi não tem limites mesmo. Você teria coragem de provar o famoso açaí com pequi?

Mistura de pequi com açaí: você encara? Fonte: Goiânia Mil Grau

 

Comentários do Facebook

Compartilhar:

Outros artigos para você

200
dicas

5 lugares para tomar um café da manhã reforçado no…

Além de muito importante para a saúde, o café da manhã é considerado um das refeições mais deliciosas do dia.

200
dicas

10 achados deliciosos no Jardim Atlântico e região

Com o desenvolvimento do setor ao redor do Parque Cascavel, a gastronomia da região vem se expandindo e nosso paladar agradece!

200
dicas

10 lugares no Bueno para matar sua fome sem precisar…

Convidamos você para um passeio pelos sabores do Setor Bueno. Vem com a gente!