Como fugir do trânsito | CMO com Você

Sem dúvida, estamos passando cada vez mais tempo no trânsito. Ainda mais morando em grandes centros urbanos como o da região metropolitana de Goiânia.

Em comemoração ao Dia do Trânsito, 25 de setembro, vale relembrar algumas dicas para fugir do caos dos congestionamentos para uma convivência mais saudável com o trânsito e com o meio ambiente. Menos estresse, mais qualidade de vida.

1. Vá de bike

VÁ DE BIKE

Em Goiânia, as bicicletas da Prefeitura em parceria com a Unimed tomaram conta das ruas. Muita gente já adotou a bike como um novo estilo de vida na capital.

O sistema de bicicletas compartilhadas funciona assim: o cidadão baixa o aplicativo GynDeBike em seu aparelho celular, preenche os dados, escolhe o período de utilização e efetua o pagamento via cartão de crédito. A devolução da bicicleta pode ser realizada em qualquer estação disponível, dentro do horário estipulado.

2. Baixe o app

BAIXE O APP

Tanto o aplicativo Waze quanto o do Google Maps são bastante utilizados pelos motoristas de Goiânia. Cada app conta com suas particularidades na hora de apresentar o melhor caminho para sair do trânsito. Enquanto o Waze é atualizado pelos próprios usuários do aplicativo, o Google Maps é atualizado frequentemente pela equipe do Google.

3. Pegue carona 

PEGUE CARONA

Uber e 99POP (aplicativos de mobilidade que operam Goiânia), táxi ou uma caroninha com o amigo. A boa e velha carona, de graça ou não, também é uma ótima saída para sair do trânsito de Goiânia. São menos carros transportando mais pessoas e com isso, menos carros na fila de trânsito até o trabalho, por exemplo.

4. Saia mais cedo

ACORDE MAIS CEDO

A dica parece óbvia, mas não tem erro. Quando você sai mais cedo, é possível programar rotas alternativas de trânsito e chegar pontualmente ao destino, mesmo que precise desviar do caminho. Mas se você não abre mão do seu trajeto, sair mais cedo também é uma ótima opção. Pode ser que você enfrente menos carros pela frente.

5. More mais perto

VÁ A PÉ

Na hora de definir onde vai morar, valorize imóveis bem localizados, que sejam próximos do seu trabalho e da escola dos filhos, por exemplo. Avalie a sua rotina e a variedade de comércios e serviços da região. Uma boa localização pode permitir que você vá a pé para mais lugares e, quando for necessário usar o carro, faz com que você passe menos tempo no percurso ou pague mais barato nos aplicativos de mobilidade.

– –

Diante do alarmante aumento do número de automóveis poluindo o meio ambiente, sem falar nas doenças provenientes do estresse da vida contemporânea, aprender a conviver com o trânsito e buscar maneiras de amenizá-lo são a única saída para o futuro. A sua saúde e a do meio ambiente agradecem.

.


Gostou deste artigo? Não deixe de ler também o guia financeiro Quero um Lar Para Chamar de Meu. Nele você irá entender mais sobre economia e finanças, além de aprender como se planejar para comprar seu próprio apartamento. E o melhor: é gratuito! Clique no banner a seguir:

clique aqui para baixar gratuitamente o guia financeiro quero um lar para chamar de meu

Comentários

Compartilhar:

Outros artigos para você

200
dicas

Por que você deveria morar em frente a um parque

Conheça os principais fatores que fazem milhares de pessoas optarem por morar em frente a parques urbanos - e por que você deveria seguir o exemplo deles.

200
dicas

Como encontrar o apartamento perfeito?

Estas 8 dicas irão te ajudar a encontrar o apartamento dos seus sonhos em meio a tantas opções.

200
dicas

10 lugares no Bueno para matar sua fome sem precisar…

Convidamos você para um passeio pelos sabores do Setor Bueno. Vem com a gente!