Decoração de Interiores: 5 dicas para mudar a sala de estar | CMO com Você

Decoração de Interiores: 5 dicas incríveis para mudar a cara da sua sala de estar

Existem momentos da vida em que todo mundo precisa de uma motivação. Às vezes, ela pode vir através de uma reforma na casa.

Claro que isso nem sempre é a coisa mais barata ou fácil de fazer. E talvez a inserção de alguns elementos seja mesmo suficiente para mudar a cara de ambientes como a sala; e consequentemente, reanimar seus habitantes. Afinal, um lar bonito é motivo de alegria!

                                                                                                                                Oppa

A sala de estar é o lugar onde as pessoas ficam mais tempo dentro de casa. É onde elas se reúnem para conversar, ver filmes e realizar muitas outras atividades.

Por isso é que se espera tanto que a decoração desse ambiente seja bonita e confortável, agradando o gosto e refletindo as preferências de seus habitantes. Mas, mesmo com todo o cuidado, seu visual pode ficar desatualizado com o tempo.

Então, você ficou também enjoado da sua sala, mas não tem dinheiro ou tempo para mudar as coisas?

Calma, neste post lhe daremos algumas ideias simples e práticas de como transformar a decoração desse cômodo, deixando-a exatamente do jeito que sempre sonhou. Topa repaginar tudo? Vamos provar que, para isso, não será necessário desembolsar muito dinheiro. Basta você ter boa vontade e agir!

5 dicas para mudar a cara da sua sala de estar

#1 Mudando as coisas de lugar

Antes de fazer qualquer mudança drástica ou acrescentar mais coisas, que tal você cogitar apenas mudar um item ou outro de lugar? Sim, tem vezes que mudar uma única peça de posição já nos faz ter uma percepção totalmente diferente do espaço. A cama do dormitório ou o sofá da sala de estar, por exemplo, pode ser posicionada frente à outra parede. Pode acreditar, é uma opção que dá certo!

Na hora de fazer essas mudanças, lembre de que é preciso manter a praticidade, a funcionalidade e o conforto dos ambientes. Estude bem as alterações. Então, se você descobrir uma nova combinação que dê certo é só colocar as mãos à massa!

#2 Repensando os móveis que já tem

Outra alteração de baixo custo, antes da reforma arquitetônica, é a reforma do mobiliário. Talvez o sofá precise de uma nova forração e a estante de uma nova pintura para parecerem novos. Muitas peças de madeira podem passar por um processo de pátina, envelhecimento, laqueamento e mais. Isso já lhes deixa com outra cara, mudando seu estilo completamente.

                                                                                                                      Carol Tasiro

Tentar salvar os móveis antigos não impede que a pessoa tente também adquirir itens novos para o lar. Certas peças, como sofás, poltronas e mesas de centro, são de destaque em salas de estar e até merecem serem, de vez em quando, repaginadas ou trocadas. Isso fará o cômodo parecer, certamente, bem mais bonito e convidativo.

#3 Repensando os revestimentos

Você tentou mudar os móveis de lugar e até cogitou em comprar tudo novo, mas percebeu que o que lhe incomoda, de fato, são as paredes e o piso. Então, o que fazer?

Bem, nesse caso, vale a pena investir em novos revestimentos para as superfícies. Pode-se pensar em passar uma nova tinta e mudar a cor dos ambientes. Não tenha medo de sair da zona de conforto “branco e bege” e ousar nas cores.

Outro jeito de transformar as paredes é aplicar texturas a elas. Existem, no mercado, ótimos revestimentos em 3D. Também tem os papéis de parede texturizados, os tecidos e os adesivos. E nem é necessário alterar todas as paredes da sala.

Às vezes, basta mudar uma ou duas para causar uma verdadeira revolução visual no ambiente. Pense no que é mais bonito e que vai combinar com os seus móveis!

                                                                                              Bianchi & Lima Arquitetura

Agora, esqueça as paredes. Que tal trabalhar com as cores no teto? Sua sala pode ficar com ar mais despojado e moderno. Essa é uma aposta de muitos arquitetos e designers. Mas, claro, não é uma alternativa muito usual em decoração, por isso, pode dar medo nas pessoas. Quem não quer se arriscar tem a opção de voltar sua atenção para os pisos. É possível cobrir lajotas velhas com carpete de madeira, por exemplo.

#4 Repensando as peças antigas de decoração

Durante a vida, as pessoas vão acumulando certo número de objetos dentro de casa. Muitos ganham um valor especial em seus corações e jamais são substituídos. São coisas compradas, doadas e herdadas.

O grande acervo é composto desde vasos a quadros, toalhas de mesa, relógios e mais. Um excesso, que pode sobrecarregar o visual dos ambientes e comprometer toda a decoração.

Para a sala de estar, é importante que o proprietário avalie o que deve permanecer e o que deve sair de cena, visando restabelecer a harmonia do ambiente.

Também é importante que ele reconheça o potencial que certos itens têm de enriquecer o conjunto. Portanto, de imediato, não saia jogando tudo no lixo. Limpe e restaure o máximo que puder; e, depois, exponha esses objetos antigos juntamente dos modernos.

                                                                                               Luis Fabio Rezende de Araujo

#5 Adquirindo itens novos de decoração

Quem não tem muito dinheiro ou quer um resultado rápido pode mudar a sala trocando alguns itens menores da decoração. Mantas para sofá, almofadas, cortinas e tapetes novos são capazes de transformar qualquer ambiente, mesmo que não sejam trocados os móveis ou os revestimentos de parede e piso. Avalie o espaço e compre algo que venha a complementar o design e dar mais identidade ao conjunto.

                                                       Ticiana Toniolo Tieppo                                                         Elen Saravalli

Outros objetos que a pessoa pode comprar ou montar para adornar mais a sala são os arranjos com vasos de plantas. Também tem os quadros, molduras – vazias ou com fotografias – e espelhos, em diversos formatos e tamanhos. É surpreendente como esses pequenos detalhes dão vida à casa.

                                                                                        Tasselli Barros Arquitetura e Interiores

“Tenha cuidado para não sobrecarregar o ambiente e nem gerar conflitos visuais – quadros e fotos, por exemplo, devem estar sempre distantes da TV, pois a dinâmica da observação e contemplação são completamente diferentes.” – arquiteto Rodrigo Rocha, em reportagem de Dicas de Mulher.

                                                        Marília Veiga                                                                 IBD Arquitetura         

                                                                              Felipe de Moura Bezerra da Silva

A iluminação também deve receber uma atenção especial.  Altere ou crie novos pontos de luz para personalizar a decoração da sala. Troque luminárias antigas e lâmpadas com pouca iluminância por modelos mais modernos, duráveis, potentes e versáteis.  O sistema em LED e os dimmers são ótimos aliados na economia e no controle da intensidade de luz nos interiores.

                                                                            Roberto Migotto                                                      Offset Arquitetura e Interiores

Ouse mais! Não iniba a criatividade! Coloque um lustre diferente em sua sala. Instale um quadro verde e aromatize o ambiente. Construa móveis com pallets de madeira ou outros itens recuperados do lixo.

                                                                                 Casa Aberta

Decore as mesas com conchas. E exponha coleções, pôsteres e instrumentos musicais. Estes também são jeitos fáceis de alterar a decoração de uma casa, gastando pouco e obtendo resultados imediatos.

Que achou dessas propostas para sua sala? Não se limite a apenas uma delas, escolha as melhores ideias e mãos à obra!

Estas dicas de decoração para mudar a sala foram criadas pela equipe Viva Decora.

 

Comentários do Facebook

Compartilhar: