Dicas para quarto de bebê com decoração montessoriana | CMO com Você

Saiba mais sobre a decoração montessoriana e como usar no quarto de bebê de seu filho

Alguma vez você já parou para pensar por que certas crianças têm um desenvolvimento físico e cognitivo mais rápido do que outras? Alguns teóricos diriam que isso tem a ver com o genótipo.

Mas há os que pensam que tenha haver, também, com o fenótipo, ou seja, o meio. Será que a arquitetura e a decoração do quarto de bebê poderia afetar um humano nos seus primeiros estágios de vida? Leia o texto a seguir e descubra!

Andrea Bento

O surgimento do método montessoriano

Bem, estas questões sobre o fenótipo e o desenvolvimento humano foram tema de estudos de vários profissionais ao redor do mundo ao longo dos anos.

Um em especial transformou bastante a forma como as pessoas enxergam a maneira de criar as crianças. Trata-se dos estudos de Maria Montessori, uma médica psiquiatra italiana que desenvolveu uma teoria bem polêmica na virada dos séculos XIX e XX.

A conclusão das pesquisas de Montessori era de que as crianças se desenvolvem melhor quando bem estimuladas pelo meio em que vivem. Isso vale para a escola em que frequentam, os lugares que visitam e também o seu quarto.

Quer dizer que, teoricamente, todos os elementos adicionados ao espaço infantil podem interferir em como esse pequeno ser enfrentará depois os obstáculos da vida.

Andrea Bento

Pensando por este ponto de vista, é possível afirmar que a decoração do quarto de bebê tem a capacidade de afetar a pessoa em seus primeiros estágios de vida. Em consequência, alguns profissionais criaram um método de decoração de ambientes infantis que ficou conhecido como ‘montessoriano’.

E, a partir dele, esses projetistas começaram a se guiar para criar espaços mais adequados para aquilo que as crianças necessitam.

Helena Koki

A aplicação do método montessoriano na decoração de interiores

A decoração montessoriana leva em consideração vários aspectos importantes para o bom desenvolvimento da pessoa. O ambiente trabalhado em questão passa a ser moldado visando auxiliar na sua aprendizagem, melhorando também suas condições físicas e emocionais.

A diferença dessa para qualquer outra prática é que nenhum elemento adicionado no espaço é colocado pela ótica do adulto – pai e mãe -, mas da criança – filho.

Tikkanen arquitetura

Com o passar dos anos, e depois de vários projetos já executados, arquitetos e designers perceberam os reais benefícios do método montessoriano.

Crianças que tiveram um quarto de bebê devidamente planejado logo apresentaram um comportamento mais curioso e autônomo. Ficou claro que esse sentimento de liberdade misturado à boa educação é mais do que importante para que elas cresçam felizes e saudáveis.

BK Móveis Design Eirelle

A decoração montessoriana na prática

O ensinamento tirado por arquitetos e designers do método montessoriano é que o quarto de bebê é a primeira forma de contato que a criança tem do mundo.

Sendo assim, é importante que o cenário desse cômodo seja muito bonito, colorido, lúdico. Todos os objetos inseridos em sua decoração precisam ser seguros e estar facilmente ao alcance das mãos para serem manuseados.

Andrea Bento                                       Helena Koki

São colocados, ao nível do chão, além dos móveis tradicionais, como o roupeiro – e o controverso berço montessoriano, estantes baixas com livros e brinquedos.

Também, por preferência dos pais, uma mesinha, cadeira ou puff para o filho sentar e fazer trabalhos manuais. Talvez um cantinho da beleza e de música. E até um espelho de acrílico com uma barra de apoio, para ativar a parte sensorial e coordenação motora da criança.

Ana Branco

“Todos os móveis devem proporcionar o desenvolvimento do esquema corporal, principalmente na descoberta dos órgãos dos sentidos localizados no rosto, permitindo exercícios fisionômicos interessantes e muita criatividade.” – Fabiana Aparecida da Silva Lacerda, em reportagem de Revista Zap Imóveis.

Débora Marquardt

Claro que, a decoração montessoriana leva mais em consideração a visão da criança. Mas, isso não quer dizer que o projetista tenha de se esquecer da parte superior do quarto.

Ele pode pintar as paredes do cômodo com cores tipo verde, rosa e azul claros. E pontuar o espaço vazio com molduras, arandelas, bandeirolas, móbiles e outros elementos com tons mais fortes, alegrando e estimulando a imaginação infantil.

Karina Barakat                                  ArqExpress 

De resto, a decoração do quarto de bebê deve parecer bastante simples e confortável. Haverá poucos elementos no ambiente. O layout será, provavelmente, bastante aberto, sem nada para restringir os movimentos.

As peças mobiliárias não terão quinas ou serão feitas de material que quebre. No centro, ainda terá um tapete, para amortecer possíveis quedas. Portanto, a criança poderá engatinhar e brincar a vontade, em segurança.

MORAR MAIS POR MENOS GOIÂNIA 2017

Você, pai ou mãe, deve rever todas as dicas e imagens apresentadas neste texto. Depois, use todas as informações como inspiração para a montagem de um quarto de bebê com decoração montessoriana para seu filho!

Estas dicas de decoração montessoriana foram criadas pela equipe Viva Decora.

 


 

Comentários do Facebook

Compartilhar: